PROJETOS
Projeto Bandas SC

O Programa Nacional Bandas de Música (Projeto Bandas) foi criado pela Fundação Nacional de Arte (Funarte) do Ministério da Cultura, em 1976, na gestão dos músicos Marlos Nobre e Celso Woltzpzenlogel, e ampliado em 1981 na gestão do Maestro catarinense Edino Krieger. De acordo com a Funarte, o Projeto Bandas atende aos conjuntos de sopro e percussão, tradicionalmente designados como “bandas de música”, organizados, na forma da lei, como bandas civis, e que não se confundem com “bandas de rock”, “bandas de pagode”, “bandas folclóricas” etc.

 

Em parceria com órgãos estaduais de cultura e prefeituras municipais, o projeto tem como objetivo incentivar a manutenção de bandas musicais, públicas ou privadas, por meio do cadastramento de bandas; doação de instrumentos musicais; promoção e apoio à realização de cursos para formação e aperfeiçoamento de mestres e instrumentistas de bandas; promoção e apoio à realização de cursos de manutenção e reparos de instrumentos musicais e apoio à publicação e distribuição de partituras musicais para bandas de música.

 

Desde então, o Estado de Santa Catarina obteve um crescimento notável em seu movimento musical, pelos músicos, bandas e comunidade em geral.

Sabemos que de 1986 a 2007 Santa Catarina atingiu um total de 121 bandas parceiras no programa, sendo que 22 receberam mais de uma vez instrumentos do programa, sem contar a enorme quantidade de corporações na lista de solicitação de adentrarem ao programa.


Sob coordenação de Neiva Ortega (Arte Movimenta), foi realizado o recadastramento de todas as corporações do Estado (bandas e fanfarras de todas as modalidades de entidades públicas e privadas, parceiras ou não), com objetivo de diagnosticar quantitativa e qualitativamente a demanda existente, cujo resultado servirá de subsídio para criação do Programa Estadual. Todas essas ações vêm sendo desenvolvidas em conjunto, buscando a inclusão das corporações musicais – existem 600 delas em Santa Catarina, num total de 50 mil músicos – e a manutenção das tradições e da cultura imaterial do estado.