PROJETOS
Será que é de Éter__TóiaOliveira-48.jpg
Será que é de Éter__TóiaOliveira-55.jpg
Será que é de Éter__TóiaOliveira-53.jpg
Espetáculo Será que é de éter? - Cia de Dança Lápis de Seda

Cláudia Passos e a Companhia Lápis de Seda interpretam Chico Buarque ao vivo, com repertório de 19 músicas, que marcaram a trajetória do cantor entre os anos 60 e 80. O espetáculo é fruto de um trabalho de pesquisa centrado na área de dança, mas enriquecido de forma original pela presença nas áreas de design, fotografia, artes plásticas, música e literatura. Ao longo da montagem, artistas dessas áreas em conjunto com a coreógrafa levarão o grupo de bailarinos a criarem tudo que será apresentado ao final do processo, não só a dança como uma arte isolada, mas também o cenário, figurino, de forma tal que a maior parte da produção ou toda ela seja feita pelo próprio grupo de bailarinos, junto aos artistas contratados.

Ficha Técnica:

Direção geral e coreografia: Ana Lucia Ciscato

Direção artística musical e intérprete: Cláudia  Passos

Direção musical e arranjos: Luiz Gustavo Zago

Coordenação geral: Instituto Arte Movimenta

Produção executiva: Neiva Ortega

Assessoria de imprensa: Néri Pedroso

Iluminação/cenotécnica: Hedra Rockenbach

Músicos:

Cláudia Passos (intérprete)

Luiz Zago (piano)

Iva Giracca (violino)

Felipe A. Moritz (flauta/sax)

Dudu Pimentel (violão/guitarra)

Leandro Fortes (violão/bandolim)

Alexandre Damaria (percussão)

Bailarinos: Ana Flávia Piovezana dos Santos, Aroldo Gaspar Pereira Filho, Deivid Oliveira Velho, Fabiana Cristina de Souza, Gabriel Sanches Figueira, João Paulo Marques, Laís Bittencourt Fortes, Maura Marques, Ramon Noro e Roberta Nastari

Classificação: livre

Fotos: divulgação

 

* A Companhia realizou, através da Lei Rounet (concluída a captação integral), a montagem e circulação do espetáculo Convite ao Olhar em cinco capitais (São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre e Florianópolis), e do espetáculo musical Será que é de éter, em Joinville e Florianópolis.